É com bastante intensidade que a maioria das mulheres vivencia os nove meses da gestação. É uma fase muito nova e um novo universo começa a se abrir mês a mês. Para quem gesta num país diferente da sua cultura-mãe, a mochilinha dos desafios vem com algumas questões a mais.

Eu bem sei como é isso. Vivo desde 2008 aqui na Alemanha e em 2011, quando minha filha mais velha nasceu, fui desbravando esse caminho muito sozinha. Recebi muito apoio também, mas me fazia falta uma troca com alguma mulher brasileira, que falasse minha língua, que também estivesse passando pelos mesmos processos que eu e que de alguma forma estivesse mais próxima das referências que tenho (ou tinha) de maternidade e gestação.

Foi então depois desta primeira experiência de parto e maternidade que essa chama se acendeu em mim – esse desejo muito profundo de estar ao lado de gestantes, podendo lhes oferecer cuidado, informação e suporte. E é trabalhando como DOULA que encontrei esta possibilidade.

Meu acompanhamento a você que está gestando fora do Brasil, pode se dar de diferentes maneiras:

 

 

 

Para saber mais sobre as doulas na Alemanha, leia este texto que eu escrevi para o Blog Brasileiras pelo Mundo.